PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Morre o ator Alexandre Cardoso, o Xingu
22/05/2022 18:39 em noticias

O ator, diretor, professor, músico e palestrante Alexandre Cardoso, conhecido como Xingu, faleceu ontem, sábado. Ele foi encontrado morto em casa.

Ultimamente, o artista estava trabalhando na realização do filme “Anita – A Guerreira de Dois Mundos”, de Guilherme Suman. Um dos integrantes do filme, Rogério Fernandes, foi quem deu a notícia para a equipe. Atendido por médicos do Samu, se acredita que a causa tenha sido uma parada respiratória. O velório e o sepultamento ocorreram ontem no Cemitério Municipal de Rio Pardo. 

Em “Bochincho – O Filme”, uma adaptação da obra de Jayme Caetano Braun, ele fez o personagem Manecão. O filme, com direção de Guilherme Suman, foi exibido no 48º Festival de Cinema de Gramado (2020). Suman conta que ele trabalhou no filme que foi sequência deste, “Florêncio Guerra e Seu Cavalo”, e atuava agora em “Anita – A Guerreira de Dois Mundos”, um filme musical também dirigido por Suman. “Ele atuou em todos os meus projetos”, conta Suman ainda perplexo com a súbita morte do amigo.O cineasta conta que, na semana passada, ator se queixou de dores nas costas e foi a um hospital. De lá, foi enviado de volta para casa. “Devido às dores lombares, combinamos de deixar o trabalho que faríamos na semana passada para a próxima”, conta Suman. Há suspeita de que alguma compressão na espinha possa ter prejudicado a respiração, mas não se têm certeza, não li o laudo”, explica Suman.

O filme “Anita – A Guerreira de Dois Mundos” está em finalização. Suman pensa em inscrever a produção na Mostra Gaúcha do Festival de Gramado. “Seria uma maneira de homenageá-lo”, reflete.

Alexandre Cardoso também atuou em filmes como “A Cabeça de Gumercindo Saraiva”, de Tabajara Ruas (2018), além trabalhos em teatro e em televisão. Xingu, como era conhecido, teve uma intensa carreira no meio artístico. Por ter sido professor de teatro em Porto Alegre, muitos alunos fizeram manifestações de pesar, além de colegas de profissão. Entre os artistas que prestaram homenagem nas redes sociais, está Zé Victor Castiel: “Como é triste ver um amigo partindo tão cedo. Cara com talento do tamanho da generosidade. O que mais dizer? Alexandre Cardoso foi sem ir. Descanse em paz, querido Xingu! fonte correio do povo

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE