PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
ATENÇÃO - ALERTA | Frente fria que trará radical mudança de temperatura vai chegar neste fim de semana com risco de vento forte a muito forte. Enorme diferença de massas de ar
26/08/2022 12:33 em tempo

Uma frente fria vai avançar pelo Sul do Brasil neste fim de semana e promover uma radical mudança do tempo com queda acentuada da temperatura que será acompanhada de chuva e vento. O sistema frontal avança na dianteira de uma forte massa de ar frio de origem polar e vai ser precedido por uma massa de ar muito quente. O ante e o pós passagem da frente fria vão ter características radicalmente distintas. O sábado será um dia quente no Sul do Brasil com muito calor em diversas áreas. As máximas vão passar dos 30ºC em muitas cidades com marcas de 31ºC a 33ºC na Grande Porto Alegre, nos vales e no Noroeste gaúcho. Marcas até superiores são possíveis em alguns pontos.
Uma corrente de jato em baixos níveis da atmosfera vai trazer ar quente e quente horas antes da chegada da frente fria, em uma condição pré-frontal, o que vai elevar acentuadamente as marcas nos termômetros com calor e ainda vento do quadrante Norte que poderá soprar com rajadas em algumas localidades.

No domingo, o dia terá chuva, vento e frio com queda acentuada da temperatura. A chuva não vai durar muitas horas e já durante o domingo o tempo tende a melhorar em várias regiões do Rio Grande do Sul com o retorno do sol acompanhado de nuvens enquanto a frente se desloca por Santa Catarina e o Paraná. Os dados indicam que a frente fria terá maior atividade no Rio Grande do Sul enquanto ao se deslocar por Santa Catarina e o Paraná deve perder força. Por isso, a chuva não será volumosa em Santa Catarina, além de irregular, e em muitas cidades do Paraná o tempo vai virar apenas com vento e sem precipitação.

Em São Paulo, a instabilidade frontal deve atuar mais no Sul e no Leste paulista. Na capital, o sábado vai ter sol e muito calor com máximas perto dos 30ºC. No domingo, o sol aparece com nuvens e depois a nebulosidade aumenta com chance de chuva na segunda metade do dia. A temperatura começa a despencar no fim do dia, dando lugar a uma segunda-feira de abundante nebulosidade, chuva e garoa, e ainda frio. O QUE A FRENTE FRIA DEVE TRAZER EM CHUVA A frente fria vai avançar rapidamente pelo Sul do Brasil neste fim de semana e chegar ao Sudeste no decorrer do domingo. Ao se deslocar para o Norte, entretanto, o sistema perde atividade e isso fará com que a chuva diminua. É o que fará com que os maiores acumulados de precipitação se concentrem no Rio Grande do Sul e ainda assim não sejam altos enquanto em Santa Catarina devem ser baixos na maioria das cidades e no Paraná nulos ou irrisórios em muitas cidades.

O mapa acima com a projeção de chuva para cinco dias do modelo meteorológico alemão Icon, do Deutscher Wetterdiens, disponível ao nosso assinante na seção de mapas, ilustra muito bem este cenário de pouca chuva na maior parte do Sul do Brasil na passagem desta frente fria ao longo do fim de semana com precipitações mais escassas no estado do Paraná.

Projeção muito semelhante ao modelo alemão Icon é a do nosso modelo de alta resolução WRF de 4 km, igualmente disponível ao assinante na seção de mapas, que traz desenho parecido com mais chuva no Rio Grande do Sul e escassas precipitações no Paraná por conta da passagem do sistema frontal. VENTO FORTE É RISCO NA CHEGADA DA FRENTE A MetSul Meteorologia alerta para o alto risco de vento moderado a forte com rajadas muito fortes em alguns locais na chegada e passagem desta frente fria. Não se desenha cenário de tempo severo generalizados com temporais de granizo, vendavais e chuva forte. Pode até cair granizo isolado no sábado no Oeste e no Sul gaúcho, mas o maior risco é vento.

As massas de ar divididas pela frente fria serão radicalmente distintas. Ar muito frio de origem polar vai avançar sobre ar muito quente de origem tropical com acentuado gradiente (diferença) de temperatura. Como a troca de massas de ar será muito rápida na chegada da frente, haverá uma mudança de temperatura muito brusca e acentuada que vai se dar com vento. Muitas cidades devem ter vento de 60 km/h a 80 km/h na chegada da frente fria com rajadas de 80 km/h a 100 km/h isoladamente. Cidades em áreas de maior altitude têm maior potencial de vento muito forte no ingresso da frente. Ao avançar pelo Sul do Brasil, especialmente no Rio Grande do Sul, não pode ser descartados alguns vendavais com danos. A Grande Porto Alegre está na área de risco de vento forte com a chegada da frente entre o final do sábado e o começo do domingo.

fonte MetSul Meteorologia 

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE