PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Na mesma noite de latrocínio, mais vítimas procuram a polícia para registrar roubo e agressões
16/09/2022 11:06 em noticias

Na manhã de quinta-feira (15), pelo menos mais duas vítimas procuraram a Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) da Polícia Civil para registrar que foram assaltadas durante a madrugada de quinta, momentos antes do assalto que resultou na morte de Leonardo da Silva Pereira Almeida, 22 anos. As vítimas são dois jovens de 22 e 24 anos, moradores da região oeste de Santa Maria. Eles contaram à polícia que foram golpeados com facão e ficaram sob a mira de um revólver.

Conforme o registro da ocorrência, os dois jovens caminhavam pela Rua Coronel Niederauer por volta das 2h, retornando para casas após participarem da festa da “Calourada Segura”, conhecida como “Festa do Brahma” na Praça Saturnino de Brito, quando próximo ao Quartel dos Bombeiros, o jovem de 22 anos foi golpeado pelas costas na cabeça com um facão. Após a agressão, ele percebeu que outro suspeito lhe apontava um revólver e exigia o telefone celular. O suspeito pegou o aparelho e saiu.Pouco depois, a segunda vítima, o jovem de 24 anos, também foi golpeado na cabeça por um terceiro assaltante que também mandava ele entregar o telefone. Após a vítima entregar o aparelho, o ladrão deu mais um golpe de facão, dessa vez no rosto e resultou em ferimentos e em dois dentes quebrados.

A vítima contou ainda que só não foi mais agredido por que um dos assaltantes que estava acabou deixando cair o facão no chão quando ia em sua direção. Nesse momento, os dois jovens conseguiram sair correndo e fugiram do local. Enquanto corriam, eles ouviram cerca de cinco tiros.Leonardo foi morto com pelo menos dois tiros e dois golpes de facão na cabeça por volta das 2h10min desta quinta-feira. Ele caminhava com o irmão de 18 anos pela Rua Coronel Niederauer quando em frente ao Quartel dos Bombeiros foram abordados por um grupo de sete suspeitos que anunciaram o assalto. Mesmo as vítimas tendo entregues os pertences, Almeida foi atingido.

Os suspeitos fugiram logo após o crime. O jovem chegou a ser socorrido, foi encaminhado ao Pronto-Atendimento (PA) do Patronato mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Pouco depois, policiais da Força Tática abordaram, identificaram e detiveram três suspeitos que corriam pela Rua Appel. Com o trio, os policiais apreenderam um facão, uma arma de brinquedo (simulacro) e um telefone celular que pode ser de uma das vítimas.

O caso está sendo investigado pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) da Polícia Civil. O trio detido foi levado à Delegacia de Polícia de Pronto-Atendimento (DPPA) onde os suspeitos prestaram depoimento. O delegado plantonista determinou a prisão dois dois maiores de idade por outro assalto após terem sido reconhecidos pela vítima do roubo. O adolescente foi entregue aos responsáveis.

FONTE Bei

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE