PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
VEM MUDANCA RADICAL DOIS EVENTOS DE CHUVA EM TRÊS DIAS PRECEDEM INÍCIO DE PRIMAVERA FRIO
18/09/2022 15:42 em tempo

O Rio Grande do Sul sofrerá os efeitos de dois episódios de instabilidade com chuva durante a primeira metade desta semana com uma área de baixa pressão e uma frente fria. A chuva não vai se limitar ao Sul do país, alcançando também estados do Centro-Oeste e do Sudeste, onde os volumes podem ser altos e não vistos desde o último verão e o começo do outono em muitas cidades. O primeiro episódio de instabilidade já começa neste domingo por um centro de baixa pressão e um sistema frontal. O tempo se instabiliza com chuva e trovoadas da tarde para a noite deste domingo, inicialmente pelo Oeste, na região de Uruguaiana, e depois em pontos do Centro gaúcho, fronteira com o Uruguai, Noroeste Campanha e o Sul gaúcho. Não se descarta a possibilidade de temporais isolados de granizo acompanhando as nuvens mais carregadas.

Em setores mais a Nordeste do Rio Grande do Sul, como Porto Alegre, a região metropolitana, a Serra e o Litoral Norte, a tendência é que a chuva resultante do deslocamento da frente fria chegue na madrugada desta segunda-feira depois de um domingo com sol e nuvens altas do tipo Cirrus. Muitas nuvens cobrem o Rio Grande do Sul nesta segunda-feira e o tempo estará instável no decorrer do dia em todas as regiões. A instabilidade sobre o estado se reforça com uma área de baixa pressão, o que vai resultar em chuva generalizada. A chuva em muitos locais do estado gaúcho será por vezes moderada a forte com trovoadas e não podem ser descartados temporais isolados de vento e granizo.

A chuva que acompanha uma frente fria e intensificada por uma área de baixa pressão vai se deslocar no decorrer da segunda-feira para Norte pelo Sul do Brasil, o que vai fazer com que a instabilidade atinja também os estados de Santa Catarina e do Paraná, onde também há risco de chuva localmente forte e alguns temporais. Na terça, a instabilidade cede no Rio Grande do Sul e o sol aparece com nuvens na maioria das regiões, embora ainda ocorram momentos de maior nebulosidade e talvez até com chance de precipitação leve em alguns pontos. Na quarta, sol e nuvens com períodos de nublado em várias regiões gaúchas, devendo chover em alguns pontos. Na quinta, com a aproximação de ar mais frio, aumento de nuvens e chuva em diversas regiões do Rio Grande do Sul, mas depois o tempo melhora.

O Paraná deve ter muita instabilidade nesta semana com abundante nebulosidade e chuva até quinta-feira, quando o tempo começa a melhorar com o ingresso de ar mais seco e frio que vai garantir a presença do sol com noites frias no final da semana. Por isso, chove na maioria dos dias desta semana em Curitiba e outras cidades paranaenses. CHUVA AMPLA NO SUDESTE E O CENTRO-OESTE A semana que começa terá muita chuva em diversos pontos do Centro-Oeste e do Sudeste do Brasil. Estados como Mato Grosso, Goiás e Minas Gerais devem ter precipitação como não se vê há meses, desde o fim do verão e o começo do outono. As pancadas já estão retornando para estas regiões gradualmente à medida que chega ao fim a temporada seca, mas a instabilidade será reforçada por áreas de baixa pressão e uma frente fria. Brasília, por exemplo, deve ter dias de sol e nuvens com pancadas isoladas mais da tarde para a noite até quarta-feira. Entre quinta-feira e o começo da semana que vem, com o canal de umidade que vai se organizar com o avanço de uma frente fria, a chuva será frequente na área do Distrito Federal com pancadas por vezes fortes a torrenciais e risco de temporais na região. O cenário é idêntico para Goiânia e outras cidades do estado de Goiás.

Diversas regiões de Minas Gerais devem ter chuva igualmente como não se vê há meses. Grande parte de Minas terá precipitação que começa a aumentar pelo Triângulo Mineiro na terça e vai alcançar a maioria das áreas do estado de quarta em diante. Somente locais mais ao Norte de Minas deve escapar da chuva que será irregular na região. Belo Horizonte pode ter pancadas todos os dias entre quarta e sábado. Já nesta segunda a chuva atinge pontos do interior de São Paulo e afeta mais áreas do estado paulista de terça em diante. A cidade de São Paulo terá muita nebulosidade e chuva ou garoa frequentes entre terça e sexta. A chuva por vezes pode ser moderada. Apenas no próximo fim de semana o tempo voltaria a ficar mais seco. A instabilidade deve atingir ainda a cidade do Rio de Janeiro, sobretudo entre terça e sexta. CHUVA ANTECEDE MASSA DE AR FRIO Uma massa de ar frio vai ingressar no Sul do Basil na segunda metade desta semana, o que vai fazer com que o começo da primavera, que ocorre no dia 22 de setembro, seja marcado por temperatura baixa para a época do ano. O resfriamento será mais sentido no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, mas a temperatura cairá acentuadamente também no Centro-Oeste e em parte do Sudeste.

As madrugadas mais frias no Rio Grande do Sul e Santa Catarina serão as de sexta e do próximo fim de semana com probabilidade de marcas abaixo de zero em locais de maior altitude dos dois estados. Muitas cidades gaúchas e catarinenses terão mínimas ao redor ou inferiores a 5ºC, o que trará formação de geada no final desta semana em grande número de municípios, o que nesta época do ano é um risco mais grave para a agricultura.

fonte SOBRE O AUTOR MetSul.Com MetSul.com é a plataforma de notícias, previsões e dados da MetSul Meteorologia com uma equipe de meteorologistas e jornalistas. Você pode enviar suas sugestões de pauta e interagir em nossas redes sociais.

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE