PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
FORTES TEMPESTADES ISOLADAS ATINGIRÃO O CENTRO E O SUL DO BRASIL
20/09/2022 21:45 em tempo

A MetSul Meteorologia alerta para fortes tempestades entre o Centro e parte do Sul do Brasil a partir desta metade da semana com a formação de células de temporais, algumas de longa duração e que podem percorrer centenas de quilômetros, capazes de gerar tempo severo isolado com granizo e vendavais. Os temporais devem atingir principalmente os estados do Paraná e de São Paulo, entretanto podem ocorrer de forma isolada em parte do Mato Grosso do Sul (Sul e Leste), Centro-Sul de Goiás, Centro-Sul de Minas Gerais e no estado do Rio de Janeiro. A instabilidade aumenta nestas áreas entre esta quarta e a sexta-feira.

Uma vez que são ocorrências localizadas, não é possível estabelecer quais cidades registrarão temporais, mas apenas delimitar a região de risco. Somente no curto prazo, em nowcasting, é possível fazer alertas para municípios a partir do monitoramento meteorológico. No Sul do Brasil, muitas áreas de instabilidade avançam sobre Catarina e o Paraná no decorrer desta quarta com chuva localmente moderada a forte e potenciais temporais, alguns fortes a severos, especialmente no estado paranaense que terá maior risco de tempo severo. Na quinta, grande parte da instabilidade se desloca para o oceano e São Paulo, mas ainda ocorrer chuva esparsa em diferentes pontos dos dois estados.

No Rio Grande do Sul, o risco de tempo severo é muito baixo. Embora o sol apareça com nuvens em várias regiões gaúchas nesta quarta, a nebulosidade aumenta mais e chove principalmente da tarde para a noite de forma muito irregular no estado. Na divisa com Santa Catarina, junto ao Norte gaúcho, há um risco marginal de tempo severo por granizo. Na quinta, com o avanço de uma área de baixa pressão, sol, nuvens e chuva ocorrem em diversas regiões com massa de ar frio se aproximando. No Sudeste do Brasil, na noite de hoje e durante a quarta-feira área de instabilidade avançam por São Paulo com chuva na maioria das regiões e que localmente será forte a torrencial com alto risco de temporais isolados. Na quinta, pancadas atingem vários pontos do estado paulista com chuva irregular, mas o risco de temporal será menor e muito mais localizado. No Rio de Janeiro, instabilidade também na segunda metade da semana com chuva e risco de tempestades. Possibilidade maior de temporais isolados no final da quarta-feira e ao longo da quinta. Em Minas Gerais, pancadas em diferentes pontos, embora com chuva irregular, nesta segunda metade da semana. Risco maior de temporais no Centro, no Sul e no Triângulo Mineiro, mas em pontos localizados.

RISCO DE GRANIZO E VENTO FORTE Os dados dos modelos indicam potencial para temporais isolados no Paraná e nos estados do Sudeste entre esta quarta e a sexta-feira. Os mapas abaixo do modelo WRF de alta resolução da MetSul mostra valores de refletividades muito altos, típicos de células ou supercélulas de tempestade, em pontos isolados. É o que nos leva a crer que o risco de temporais é alto e ainda que podem ser fortes a severos isoladamente com granizo e vento forte.

São esperadas nuvens de desenvolvimento vertical do tipo Cumulonimbus que se formarão em uma atmosfera instável. Uma frente fria que vai avançar do Sul do Brasil com um centro de baixa pressão e o ingresso de ar frio mais ao Sul e ao Oeste vai contribuir para a reforçar a instabilidade atmosférica no Centro do Brasil. VOLUMES DE CHUVA A chuva será irregular na distribuição no Sul e no Sudeste do Brasil. Em muitas áreas, a chuva não terá acumulados altos e os volumes devem variar muito de um ponto para o outro, por exemplo, no Sudeste. Isso porque a instabilidade será convectiva na região com chuva forte isolada.

Os mapas acima com os totais de chuva previstos em 72 horas até o fim da quinta-feira no Sul e no Sudeste, a partir de dados do modelo WRF, mostram que os maiores volumes de chuva vão ocorrer no Paraná e em pontos de São Paulo, Sul de Minas Gerais e Rio de Janeiro no período. COMO CONSULTAR OS MAPAS Todos os mapas de chuva e refletividade neste boletim, e outros de temperatura, risco de granizo, vento, umidade, pressão atmosférica, geada e neve, dentre outras variáveis, podem ser consultados a qualquer hora pelo nosso assinante (assine aqui) na seção de mapas. As projeções dos modelos atualizam duas a quatro vezes por dia, de acordo com cada simulação. Na seção de mapas, é possível consultar ainda o modelo WRF de altíssima resolução da MetSul.

fonte MetSul Meteorologia 

COMENTÁRIOS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE